Obra criminosa prejudica bairro de Água Branca.

na imagem, terreno baldio com barro e mato verde e no centro uma construção de tijolos vermelho. Obra realizada em no bairro de Água Branca Vitória PE

compartilhe

Uma obra realizada no bairro de Água Branca em Vitória de Santo Antão tem preocupado os moradores. Alguns relatos chegaram até o vereador, André Carvalho, que logo tomou parte em fiscalizar as incoerências dessa empreitada. O seu objetivo foi investigar para entender quais direitos do meio ambiente estavam sendo violados.

Obra perigosa em Água Branca

A obra realizada por Jair do Gás pode prejudicar a comunidade de Água Branca em época de chuva. O dano seria provocado pelas ações que foram tomadas durante as edificações no terreno de preservação ambiental. Acontece que não houve um estudo profundo quanto às consequências que poderiam ser causadas no terreno, uma vez que ele influencia numa série de fatores negativos para a população que mora nos arredores.

A construção, se quer, possui uma licença ambiental, avaliação necessária que determina se as alterações em determinada área são um risco de potencial degradação do meio ambiente. Pensando na atuação política de um vereador e no que compete a ele fazer, André tomou a decisão de criar um dossiê com detalhes mínimos da obra.

Dossiê esse que foi enviado como uma representação, acerca do caso de Jair do Gás, ao Ministério Público, para que órgãos superiores analisassem a situação. Dentre as possíveis consequências para a população de Água Branca e a degradação de uma área de preservação, outros pontos foram levantados no dossiê. Leia mais e acompanhe:

1º Contaminação

Na imagem, folhagem verde e riacho.

Os materiais lançados sem controle sobre o solo exposto oferece tanto riscos de contaminação no lençol freático quanto à saúde pública. Já que o material depositado serve de habitat para insetos e outros animais nocivos à saúde dos moradores ribeirinhos, inclusive, acentuando o risco de desmoronamentos e enchentes semelhantes as que ocorrem em meados de maio deste ano de 2022.

2º Descarte irregular

Na imagem riacho e mato verde.

O lançamento de terra, entulho de material de construção civil, plástico de qualquer natureza depositados em grande quantidade no curso d’água contrariam o art.10 da Resolução nº 307 do CONAMA que trata da destinação adequada dos resíduos sólidos da construção civil. Os resíduos devem ser descartado de uma forma que preserve o meio ambiente.

3º Direito de todos!

Na imagem, bastante mato verde e a visão do aglomerado de casas ao fundo

É importante lembrar que a Constituição Federal de 1988 em seu art. 225 dispõe que “todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preserrvá- lo para as presentes e futuras gerações”.

Repercussão sobre o caso

André abordou o caso em formato de vídeo em seu Instagram, informou a população sobre as possíveis irresponsabilidades ambiental da obra realizada na região da Pitada em Água Branca. Tristes e revoltados, alguns  espectadores comentaram a situação:

“Triste né, quem manda é quem tem capital, se fosse um pobre construindo uma casa para morar já tinham derrubado tudo. O que o queremos é respeito, se ele quer construir no local, que preserve o meio, já que o empresário está tendo benefícios, ele deve se responsabiliza com meio ambiente e não prejudica a população”.

Afirmou uma espectadora.

“Absurdo!!! É crime, deve ser solucionado! Precisamos ser observadores para buscarmos ajuda. E a ação do Vereador é necessária. Parabéns André! Sua luta é importante”.

Parabenizou outra. Veja mais comentários:

“Parabéns André pela sua atitude. Infelizmente o dinheiro fala mais alto. Quem sofre é o meio ambiente e o povo em época de chuva. Pra onde vais escoar a água se estão desviando o rio?”.

Veja mais outro:

“As pessoas precisam entender que só porque têm dinheiro não podem destruir a natureza, principalmente quando afeta diretamente a vida de pessoas que moram próximo a essas áreas críticas em época de enchente. Engraçado que uma casa ali pra morar ele não faz”.

Veja ainda mais sobre o trabalho de fiscalização de André, conheça nosso blog.

 

André Carvalho

André Carvalho

Vereador mais votado do PDT em Pernambuco e militante do PND. Realiza um trabalho de fiscalização e transparência em Vitória de Santo Antão- PE.

Posts Mais Recentes